A São Bernardo e você
São Bernardo Previdência Privada

     

    Notícias Recentes

 

Você pode fazer uma busca em toda nossa Biblioteca de Notícias, por palavra-chave ou por data.

BUSCA               

Defina pelo menos um dos dois critérios de busca.

 

Busca por
palavra-chave

 

Impacto do fator previdenciário

 
 

05. dez.2011
O aumento da expectativa de vida do brasileiro causou uma redução média de 0,42% no valor da aposentadoria do trabalhador que pedir o benefício a partir deste mês. O achatamento ocorre devido ao fator previdenciário, mecanismo utilizado pelo INSS para tentar adiar a aposentadoria dos trabalhadores mais jovens, penalizando quem se aposenta mais cedo por tempo de contribuição. Segundo dados divulgados no dia 2 pelo IBGE -e desde quando a nova tabela do fator está em vigor-, a expectativa de vida ao nascer passou para 73 anos, 5 meses e 24 dias em 2010.

O cálculo da aposentadoria leva em conta a idade do segurado ao se aposentar, o tempo de contribuição para a Previdência Social e a sua expectativa de sobrevida.

DIAS A MAIS

Newton Conde, atuário especializado em previdência e diretor da Conde Consultoria, estima que, no período de idade em que se concedem aposentadorias -dos 41 aos 80 anos-, a expectativa de vida dos segurados aumentou 41 dias entre 2009 e 2010.

Pela tábua de 2009, a expectativa de vida de um homem de 50 anos, por exemplo, era de 29 anos a mais. Na tábua em vigor atualmente passou para 29,2. Com isso, a Previdência pagará o benefício para esse segurado até os 79,2 anos, e não mais 79, o que representa um aumento de 71 dias no desembolso do governo federal.

Por isso há a redução no fator previdenciário e, consequentemente, nas novas aposentadorias.

Conde destaca ainda que não é possível generalizar. "Vai depender da situação de cada segurado, já que a expectativa de vida para algumas idades não sofreu alterações e, para outras, foi agravada em mais de dois meses -73 dias, no máximo", disse.

(TATIANA RESENDE - Folha de S.Paulo)

 
 

Outras notícias