A São Bernardo e você
São Bernardo Previdência Privada

     

    Notícias Recentes

 

Você pode fazer uma busca em toda nossa Biblioteca de Notícias, por palavra-chave ou por data.

BUSCA               

Defina pelo menos um dos dois critérios de busca.

 

Busca por
palavra-chave

 

Você está para se aposentar? Veja isto.

 
 

01. set.2009
O governo fechou um acordo com as centrais sindicais e enviou ao Congresso uma proposta com novo cálculo da aposentadoria. Se for aprovada, como se espera, os trabalhadores poderão optar por uma aposentadoria melhor do que a existente agora.

Vamos entender, simplificadamente: hoje, o valor do salário computado para o cálculo da aposentadoria não é o valor do salário de contribuição atual. É a média de 80% dos salários de contribuição, desprezando os valores mais baixos. (Ou seja, de cem contribuições, serão escolhidas para o cálculo as 80 de valor mais alto, independente da data).

Além disso, para calcular o valor da aposentadoria a Previdência aplica o chamado “fator previdenciário (*)” – um número que irá “cortar” uma parte do valor da aposentadoria, cortando tanto mais quanto mais cedo você se aposentar.

Muito bem, o que se pretende é criar uma segunda opção de aposentadoria, com duas regrinhas importantes:

Primeiro, a média passa a ser feita entre 70% dos salários de contribuição (quer dizer, são desprezados mais 10% dos salários menores, que pioravam o resultado).

Depois, cria-se uma nova regra. Chamada de “85/95”, ela diz que, se o trabalhador já contribuiu com pelo menos 35 anos (o homem) ou 30 anos (a mulher), pode receber a aposentadoria integral se a soma da sua idade com os anos de sua contribuição totalizar 95 - no caso do homem - ou 85 - no caso da mulher.

Então, a nova regra não só abandona o uso do fator previdenciário como melhora o cálculo da média dos salários, que vai definir o valor da aposentadoria.

Isto posto, fica o alerta. Você sempre poderá se aposentar pela regra atual, que não vai desaparecer, mas pode ter melhores condições de aposentadoria se o “fator 85/95” for aprovado.
_________________________
(*) O fator previdenciário, calculado anualmente pelo IBGE, leva em conta diversos fatores, entre os quais a expectativa de vida do brasileiro. Felizmente, essa expectativa tem aumentado, mas, por outro lado, ela faz com que a cada ano fique mais distante para o trabalhador conseguir se aposentar com o salário almejado.

 
 

Outras notícias